Saúde

Nutrientes certos para uma alimentação saudável

Uma alimentação saudável, bem equilibrada, faz toda a diferença em todas as fases de nossa vida. Uma dieta adequada é importante para manter o equilíbrio do organismo e reduzir os riscos de doenças cardíacas, intestinais, diabetes e câncer, entre outras. Mas sabe qual é maior o segredo da boa alimentação? É consumir os nutrientes certos, fazer as combinações corretas e na quantidade exata, sem exageros. Não é difícil, acredite! Veja aqui algumas dicas que nós do Shopping União preparamos para você. E bom apetite!

Coma a cada três horas

Calma! Você não vai engordar por comer demais. Uma das recomendações básicas da boa nutrição é comer a cada três horas. Comer pouco, mas de forma consistente. Isso mesmo, experimente fazer um bom desjejum, o lanche da manhã, o almoço, o lanche da tarde, o jantar e uma ceia noturna. Capriche nos lanchinhos: frutas, torradas e biscoitos de água e sal integral com queijo branco, barrinhas de cereais, frutas naturais, nozes, castanhas e amêndoa são opções nutritivas e leves.

Do campo para a mesa

Se puder, faça das frutas, legumes e verduras a alma de sua dieta no dia a dia. Se forem orgânicos, livres de agrotóxicos, ainda melhor.  Procure por produtos da estação, que têm melhor qualidade e preço mais em conta. A variedade é ilimitada. Os hortifrutigranjeiros têm boa parte dos nutrientes de que você precisa e são fontes primárias de vitaminas e minerais que o sistema imunológico necessita para combater infecções e o ataque de vírus e bactérias.

O valor dos integrais

Cereais que têm versão integral devem sempre ter a sua preferência. Arroz, pão, massas e biscoitos são um bom exemplo.  Produtos como aveia, quinoa, centeio e cevada são ricos em fibras e ajudam a manter estáveis os níveis de glicose e colesterol. Eles podem substituir perfeitamente alimentos mais calóricos.

Carnes, só o essencial

Se você não é vegetariano ou vegano, um churrasquinho de fim de semana faz parte. Nada é proibido comer, mas evite abusar de carne vermelha e carne de porco, muito gordurosas.  As chamadas carnes brancas ou magras, como os peixes e partes do frango, igualmente proteicas, são as mais recomendadas.

Evite as frituras

Alimentos cozidos, assados ou até os grelhados têm uma oleosidade menor e são menos calóricos. O ovo cozido é melhor para sua saúde do que o frito, você sabia? Sempre que possível, prepare a comida no vapor. Isso preserva a qualidade nutricional dos produtos, tornando sua refeição mais rica. Se for usar óleo, prefira os de linhaça, canola ou gergelim que afetam menos as taxas de colesterol.)

O sal e o açúcar

Muito cuidado com esses branquinhos. Deixe o sal um pouco de lado, existem outras formas de temperar sua comida, ervas como alecrim, hortelã, orégano, cominho e tomilho. Para adoçar, troque o açúcar refinado pelo mascavo ou de beterraba. Mas adoçantes naturais também são uma boa opção;

Posso comer industrializados?

Como já falamos acima, nada é proibido. Mas os alimentos industrializados, você precisa saber, tem muito sódio, açúcar refinado e gordura trans na sua fórmula. É isso que os mantém conservados, antes de chegar a sua mesa. Os excessos, portanto, devem ser evitados.

E para beber?

Tomar muita água – ao menos um litro por dia – é uma regrinha básica. Além de manter o corpo hidratado, ajuda a desintoxicar o organismo. Além de água, uma boa ideia é preparar uma ou duas vezes por dia um belo suco natural de laranja, limão, melancia, manga, abacaxi ou melão, por exemplo. Quem sabe um suco verde, com couve, hortelã, rúcula ou agrião e uma pitada de gengibre. Se você não tiver tempo ou esses ingredientes à mão, opte pelos chás gelados ou sucos de garrafa sem adição de açúcar ou orgânicos. Ah, e lembre-se: não beba durante as refeições, isso pode atrapalhar sua digestão.

2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *